UFS implanta projeto de Coleta Seletiva

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Quem anda pelo campus universitário Profº. José Aloísio de Campos, em São Cristóvão, têm percebido algumas lixeiras com cores diferentes espalhadas em vários lugares, nos lados externos, dois grandes contêineres de duas cores, e por dentro dos prédios alguns recipientes que ainda estão embrulhados, causando certa curiosidade nos estudantes e funcionários que passam por ali. Essa novidade trata-se do programa de Coleta Seletiva do Lixo, que a Universidade Federal de Sergipe (UFS), através do programa UFS Ambiental, implantará agora no mês de junho.
Logomarca da Coleta Seletiva (Crédito: Micael Sabino/ Estudante de Publicidade do 5º Período)
No ano passado, durante a Semana UFS Ambiental, professores e técnicos ambientais discutiram sobre o projeto de coleta seletiva do lixo em nosso campus, no intuito de reduzir a proliferação desenfreada desses resíduos e preservarem, por extensão, o meio ambiente. Por isso com a ajuda dos professores Genésio Tamara e Laura Jane (Engenharia Florestal), Maria Inês (Projeto Sala Verde), João Dantas e Matheus Felizola (Comunicação Social), juntamente com os alunos voluntários do Programa UFS Ambiental, desenvolveram um projeto de recolhimento e destinação do lixo.

Daniele Andrade (Foto: Mairon Hothon)
A administradora do UFS Ambiental, Daniele Andrade, explica que o projeto, que depende de toda a comunidade universitária, visa diminuir o impacto ambiental que a Universidade produz bem como produzir multiplicadores desse conhecimento. “O nosso resíduo vai ser descartado de forma adequada, onde o lixo inorgânico vai ser reciclado e o lixo orgânico vai passar pelo processo da compostagem. Não só iremos diminuir o impacto ambiental, mas também formar gestores ambientais e assim criar uma consciência na cabeça das pessoas.” relata.
Daniele também explica o porquê das lixeiras só serem de duas cores. “A princípio as pessoas vão achar estranha uma coleta seletiva com duas cores, pois conhecemos com cinco, mas optamos por duas para facilitar o recolhimento. A cor laranja será para o lixo reciclável, ou seja, papel, plástico, metal e vidro. Já a cor azul é para o lixo não-reciclável, como adesivos, pilhas, isopor, teclado de computador, lâmpadas, etc. Outro lixeiro de cor verde também será colocado, para o lixo orgânico” pontua a administradora do UFS Ambiental.
Lixeiras do projeto (Foto: Mairon Hothon) 
Investimentos e Parceira

O coordenador do UFS Ambiental, Fred Amado, define o investimento feito para o programa como “um investimento ambiental”. Mais de cem lixeiras, entre grandes e pequenas, foram compradas e uma parceria foi firmada com os alunos do Curso de Publicidade e Propaganda, da UFS, que ficaram responsáveis por construírem a identidade visual do projeto. Quanto ao slogan que acompanhará a marca da campanha, alunos e professores poderão participar do concurso. A data para submissão dos slogans ainda será divulgada oficialmente.

Fred justifica que a coleta seletiva, é um projeto que não trará custo adicional para as despesas da UFS, pois o lixo será recolhido pela Empresa Torre, que já tem parceria com a universidade. “Todas as quartas-feiras o caminhão da Torre recolherá o lixo e levará para a Cooperativa dos Catadores do bairro Coqueiral, onde mais de dez famílias serão beneficiadas com o trabalho da reciclagem”. Fred também diz que “esse projeto a priori está no campus de São Cristóvão, mas nos campus de Itabaiana, Laranjeiras e Lagarto já está sendo mapeada a situação para implantação da coleta”.

Um projeto de Todos

Alana Danielly (Foto: Mairon Hothon)
“A coleta seletiva do lixo é um projeto onde todos podem participar direta ou indiretamente. Primeiramente basta cada um fazer a sua parte e jogar lixo na lixeira correta, e quem quiser ajudar um pouco mais, basta entrar em contato com a gente, pelo telefone 2105-6449 ou pelo e-mail ufsambiental@ufs.br” afirma Daniele.
Para a aluna do projeto Sala Verde, Alana Danielly, “reduzir e dar um fim especifico para o nosso lixo é essencial para termos mais consciência com o meio ambiente. O homem  precisa aprender a conviver com a natureza. Parafraseando o filósofo Paulo Freire ‘ a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”, finaliza a estudante.





Alunos empenhados na coleta seletiva (Foto: Alana Danielly)
Para saber mais informações sobre UFS Ambiental acesse as páginas nas redes sociais: 

Repórter: Mairon Hothon 
Edição: Adler Berbert

8 comentários:

Carlos Alberto disse...

Quem criou a marca da coleta seletiva foi o Micael Sabino, estudante de publicidade do 5º periodo. E não a Agência Tudo, como foi dito na reportagem.
Aguardamos alterações!

contexto disse...

Erro corrigido, pedimos perdão pelo equívoco.

Anderson disse...

Parabéns pela iniciativa e compromisso com o Meio Ambiente. O importante agora é a continuidade do projeto e total envolvimento da parte docente da UFS, principalmente a alta direção. Uma apresentação dos resultados trimestrais será útil para mostrar a importância do projeto. Parabéns !

Claudeane disse...

Parabéns... Agora só o que precisa é os próprios acadêmicos se conscientizarem e saberem lê, porque mesmo com uma lista do que é e não é reciclável continuam jogando tudo junto e misturado.

Dininha-Dindona*Contos, Estórias e Poesias* disse...

PARABÉNS A TODOS PELA INICIATIVA!!!!

anderson so alegria disse...

nada mais interessante, do que aquelo que aprendemos nas salas de aulas na UfS, ser colocada em prática. Parabéns a todos pela iniciativa!!!!!!!!!!
Lembrem-se de fazer isso também nas casas de vocês!!!!!!

Professora Osania disse...

Muito boa a iniciativa do Projeto. Mas o que é mais interessante é também exercitarmos isso no nosso cotidiano. Parabéns. Gostei da logomarca.

lana lly disse...

Agradecidos somos pelos comentários e contamos com todos nessa luta que é nossa! Abraços

Postar um comentário

 
Contexto Online | by TNB ©2010